domingo, maio 03, 2009

EU NÃO SOU... MAS TENHO UMA LINDA!

O dia de todas as mães é hoje. E a minha teve direito a uma boa surpresa. (Acho que hoje a fizemos feliz - uma partidinha familiar).


Com três letrinhas apenas
Se escreve a palavra
É das palavras pequenas
A maior que o mundo tem.

8 comentários:

Helena disse...

Eu sou, mãe... e também tenho uma LINDA!
Hoje estou particularmente sensível,
é o que o dia representa,
é a música que escolheste,
é o amor...
A Mãe é o meu Anjo na Terra,
com a Mãe tudo posso, e por isso tenho tudo!
Obrigada Lurdes, gostei muito do poema com que nos brindaste.
Bjs

Anónimo disse...

Lurdes, como sabe também sou mãe e felizmente a minha mãe ainda está entre nós, posso dizer-lhe que é uma grande MULHER, para a minha filha tem sido mãe/avó, com o falecimento do meu pai, a doença do meu irmão,etc. e com 76 anos de idade, mas com um espirito muito jovem e bem disposta.
Não costumo festejar este dia como sendo o dia da mãe, para mim continua a ser o 8 de Dezembro, mas o Dia da Mãe é sempre que os filhos queiram..
Parabéns a todas as mães.
Bjs.
Flor

Lurdes disse...

Olha mais duas mãezinhas!!! Sabem uma coisa?! Não sou vossa filha, nem de uma nem de outra, e sim, tenho uma mãe linda, mas que fique aqui registado que eu gosto muito de vocês as duas, minhas amigas!

Beijos grandes

laida disse...

É das palavras pequenas a maior que o mundo tem...E é das frases mais lindas para dedicar a uma mãe... E eu ontem por ser o aniversário do pai quase me esquecia que era o dia da mãe!
Liguei demanhã dei os parabens ao pai e só á tardinha é que me lembrei e voltei a ligar para falar com a mãe, ela perdoou:)
Beijinhos

Carracinha Linda! disse...

A tua mãe tem uma filha muito simpática e encantadora!

Lurdes disse...

Laida, confusões aceitáveis. Quem os manda disputar o dia?!?!? Olha, ao menos não acontece todos os anos...
Mãe perdoa tudo! Não é assim contigo?

Carracinha, eu tenho mais duas manas, mas tenho a certeza (olha a modéstia) que tavas a falar de mim!

Beijinhos

RAMA.LYON disse...

PARA TODAS AS MÃES



Numa flor pus um beijinho
Com afecto tão profundo
P ra mandar o meu carinho
Às mães de todo o Mundo.

Homenagem bem singela
Que lhes dá meu coração,
Neste dia em que revela
Toda a minha gratidão.

Sejam jovens, sejam idosas,
Pouco importa a sua idade,
Todas são bonitas rosas
Num jardim de f’licidade.

São a cadeia desse amor
Que um dia nos deu o ser,
São a vida sempre em flor
A dar-nos força de viver.

São estrelas cintilando
Quer de noite, quer de dia
Incansáveis, procurando
Dar-nos toda a simpatia.

Oh filhos do mundo inteiro
Por favor escutem bem,
O amor mais verdadeiro
São os braços duma mãe.

Podem ter outro carinho
Outros braços, outra afeição,
Mas guardem-lhe um cantinho
Nesse vosso coração…
Rama Lyon

Lurdes disse...

Obrigada pela poesia, Rama! E seja bem-vindo.