terça-feira, abril 21, 2009

OBRIGADA E PARABÉNS

A vida às vezes é como uma cartola de onde saiem, não coelhos ou pombas, mas surpresas, muitas surpresas. E quando essas surpresas são boas, a vida é mágica!
Já o referi várias vezes, aqui também se podem fazer amigos. E com uma excepção, já consegui passar para lá do ecrã essas minhas amizades.
Mas hoje, é da excepção que quero falar, porque ela hoje faz anos e porque tenho muito mas mesmo muito que lhe agradecer.
Estive a reler as nossas cartas, aquelas que um dia ela me propôs escrevermos, e hoje, assim como que a modos de presente de aniversário, apetecia-me brindar com ela. Porque ela foi um dos pilares a que eu me pude agarrar quando precisei saír do poço, de uma forma simples, estendendo-me a mão no momento certo, abanando-me, dando-me de si, do seu tempo, da sua vida, do seu encanto.
É fantástico como um "estranho" pode ser tão importante. Mas, como eu dizia no início, a vida às vezes é mágica. E basta isso, a sensibilidade e a humanidade desse "estranho" para a magia acontecer. E na minha aconteceu. Com esta "estranha" que de estranha não tem nada e que se tornou numa das pessoas mais importantes da minha vida. Ela gosta de dizer que consegue filtrar as pessoas pela escrita. Fico feliz de ter passado pelo filtro dela!

E este texto serve apenas para dizer o que ela já sabe, que gosto muito dela, muito mesmo. Contudo, continuo a gostar de gajos! (private joke)

Muitos parabéns, amiga!
E que possamos continuar, durante muitos anos, a trocar o que tanto nos aproximou, afectos em forma de palavras.

3 comentários:

Pluma(PrincesaVirtual) disse...

Estes são uns dos parabéns mais bonitos que tive hoje...

Que o afecto das palavras, permaneça :)

Beijos

Ps um dia as nossas cartas vão ser famosas... ;)

laida disse...

Depois de ler o que li tinha de deixar tambem os parabens á tua amiga!!
muitos parabens "princesa" que passes um dia muito feliz...
E hoje os beijinhos que deixo aqui não são para ti Luredes,
São para a aniversariante.
Beijinhos

Lurdes disse...

Sabia que irias gostar, Princesa!
Foi do coração.

Só por ser hoje, Laida...

Beijinhos