sexta-feira, abril 17, 2009

AHHH SAUDADE...

Lembro-me perfeitamente do primeiro.
Coube-me a mim e a outra colega, a Diana, a apresentação. Uma coisa feita em cima do joelho, numa tarde de sol no parque aqui de Matosinhos. Alinhavamos o principal e depois foi deixar o improviso funcionar.
Não correu mal. Correu até muito bem, dada a nossa falta de experiência e tempo (eu já estava a trabalhar).
Foi no Teatro Sá da Bandeira e acho que nunca nenhum destes espectáculos cumpriu tão bem o horário, coisa rara na altura em eventos estudantis. Os bombeiros recebem à hora, dizia a Pika, a magister da altura, temos que cumprir horários!
O cenário foi feito em casa dos pais da Sónia, no terraço. Lá andamos eu e ela com o tecido prá frente e pra trás a pintar a imagem que deu vida ao primeiro Fetfrufru, como carinhosamente eu o tratava. Se calhar ainda hoje está lá a marca no chão, estará?!
Foi nessa noite também que fui encontrar a minha companheira de traquinices do 9º ano, a Rosa, no meio das Sirigaitas de Farmácia. A tocar adufe, vejam só! Quem diria!
Já não me lembro quem ganhou, tão pouco o que nós cantamos. Mas sei que foi um marco importante na história da minha Tuna. Aquela que eu tive a oportunidade e o prazer de ajudar a nascer. E a mostra dessa importância, desse marco, é tão simples quanto isto: passados 16 anos de existência e 15 da primeira edição, amanhã terá lugar o XIII FETUF, um dos primeiros festivais de Tunas Femininas do país.

Se puderem apareçam. Teatro D'Avenida, Praça do Eixo Atlântico (junto ao El Corte Inglés) em Gaia, sábado 18 de Abril às 21 horas. Eu estarei lá, a matar saudades.

10 comentários:

laida disse...

É bom sinal quando se sente saudades, agora podes reviver esses tempos...
Beijos.
Bom fim de semana.

SONIA disse...

NÃO... É UM FACTO... JÁ NÃO ESTÁ LÁ A MARCA DO DESENHO JÁ SÃO ALGUNS OS ANOS, AS CHUVAS, AS LIMPEZAS E AS OBRAS TAMBÉM.
MAS LEMBRO-ME PERFEITAMENTE DO DIA EM QUE, DE UM EMBLEMA (DAQUELES QUE SE COSEM NA CAPA, SABEM?), FAZER O "AUMENTO " DO DESENHO PARA UM TAMANHO GIGANTESCO... MAS NÃO FICOU MAL, PARA O PUCO DINHEIRO QUE SE TINHA NA ALTURA E PARA O POUCO TEMPO DE QUE DISPUNHA... SIM, PORQUE EU TAMBÉM JÁ ESTAVA A TRABALHAR.
MAS FORAM BONS OS TEMPO.BJOCAS.

Tité disse...

Depois de 2 dias a 200%, sem comer sem dormir, com a respondabilidade de + de uma dezena de milhar de euros para pagar e + de 200 pessoas para transportar, alojar, alimentar e receber exemplarmente bem... acordei sem sentir o corpo mas, uma vez mais, com um reconfortante sorriso na alma! Saber que estiveste lá, no nosso XIII FETUF, foi um dos muitos e valiosos contributos para este sorriso! Obrigada por tudo*
Beijo grande, Telma.

Marisa disse...

Miminho no blog
jinhus

Anónimo disse...

Outros tempos, e recordar é viver.
Estas coisas boas enchem o coração.
Boa Semana.
Bjs.
Flor

Carracinha Linda! disse...

Que bom que é ter recordações assim! Ter saudades de se ter começado algo que ainda hoje se realiza... sim, é bom, imagino!

Bjs

Marta disse...

O mundo da blogosfera é pequeno...
Eu também estive lá. Não tenho qualquer ligação a Gaia/Porto, mas fui apoiar a minha tuna do coração.
Beijinhos

PS - Para quem não conhece, descobrir o teatro é a pura das aventuras!! E eu que o diga!! :)

Lurdes disse...

Olá Marta, sê bem-vinda!
Com jeitinho até nos cruzamos...

Telma, foi bom reviver a coisa, mesmo do lado de cá do palco.

Olha a Sónia!!!! Pois, o tempo passa... mas que eu tenho saudades, tenho!

Beijinhos a todas

pika disse...

Olá a todas! Foi uma grandiosa, trabalhosa e maravilhosa AVENTURA o I FETUF. Sem dinheiro mas com muita boa vontade e amor por um projecto foi possível erguer o I FETUF. Também tenho mts mts saudades. Beijinhos para todas.
Pika

Lurdes disse...

E quem não tem, Pika?!
Bons tempos esses, os de passear os instrumentos... ;)

Beijinhos