terça-feira, maio 15, 2007

PRÓS E CONTRAS

... ontem no canal 1, viram?

Pra começar, coisas de gajas:
se a Fátima Campos Ferreira tem tantos problemas em mostrar uma parte do seio, quem a mandou vestir um vestido da Fátima Lopes que notoriamente é conhecida por usar pouco tecido?!??! Rídiculo o tapa maminha até ao intervalo... vá lá que depois alguém lhe colocou um alfinete!

E agora assuntos bem mais sérios:
fui invadida por uma profunda tristeza ao ouvir as coisas que ontem ouvi...
Como é possível que haja tanta maldade no mundo?! Como é possível que a troco de se querer sentir prazer se faça tanto mal a outro ser humano?! Como é possível que se façam negócios, uma verdadeira indústria, tendo por base a exploração infantil?!?!
Juro que não entendo!
Não é suposto as crianças serem os homens e as mulheres do amanhã?!...
E aquela mãe, a D. Filomena... de cada vez que ela falou, eu chorei! A sério! Eu já assisti ao sofrimento de uma mãe não saber em determinado momento onde estão os seus filhos (no caso, já crescidos até), se estão mortos ou vivos, bem ou mal, mas mais cedo ou mais tarde, esses filhos acabaram sempre por dar notícias. Agora imagino esta mãe e todas as outras que simplesmente perderam o rasto dos seus filhos pequenos... e porquê?!? Porque quem os levou lucra com eles, de uma forma ou de outra. Seja em Portugal, na Europa ou no resto de mundo.
E embora saiba que isto não é de agora, ouvi-lo, principalmente da boca de pessoas que de uma forma ou de outra se vêem envolvidas no assunto, custa sempre!
Como custa saber que há políticos que não vêem com bons olhos a saída de reportagens sobre o assunto porque é época de eleições (segundo o jornalista presente no debate a propósito de um trabalho seu e do Carlos Fino acerca da rede de pedófilia a operar na altura na Madeira e da opinião de Alberto João Jardim sobre o assunto).
Hoje, senti-me o dia todo como se estivesse de luto.

8 comentários:

laida disse...

Ninguêm minimamente sensivel fica indiferente as estes casos, eu já me tentei pôr no lugar da d.Filomena ou desta mãe inglesa, e não sei como elas aguentam!
Quanto ao vestido da jornalista, eu por acaso reparei que ela não estava nada á vontade, enfim, como tu dizes:
-QUÊM A MANDOU VESTIR AQUELE VESTIDO??
BEIJOS

Lu@r disse...

Fez ela bem vestir aquele vestido...

:)

Quanto ao resto pois trata-se de um assunto que mexe comigo e pode acontecer a todos... sou a favor do chip com GPS pq esta sociedade está cada vez pior.

Beijo doce

Babe, a Certificada disse...

Acredita, depois de ter sobrinhos, cada vez que ouço falar destas atrocidades contra as crianças, começo a chorar. Não consigo evitar as lágrimas, pois só vejo a cara dos meus meninos, sós e a sofrer... É horrível e assustador.

Carracinha linda! disse...

Não vi o debate. Mas realmente é um assunto que não deixa ninguém indiferente. Não sou Mãe, mas ainda assim não imagino sequer a dor que alguém sente por perder um filho e não saber onde está e se está vivo ou morto. Acho que é demasiado sofrimento.

Beijocas!

Alexia disse...

Lindona, olha eu não vi o programa, mas pelo que contam ...fiquei com pena, não pelo vestido (lá está...tou contigo) mas quanto ao resto tens toda a razão na critica e no estado de alma...sem duvida deviamos estar de luto...

beijos ... concordantes

Mina disse...

Eu não vi o debate, mas essa temática choca sempre. É preciso não ter vergonha ou moral nenhuma para agir sobre uma criança! Imagino como te sentes...
Bjs.

Lurdes disse...

Sabem o que vos digo?!? O Lu@r é que tem razão! Esta sociedade...

Mas eu tenho esperança que um dia possa ser melhor!! Preciso acreditar nisso...

Beijinhos

eumesma disse...

Não vi o programa, (portanto não opino sobre o vestido eheheh), mas assito ao caso da Maddie, e assisti aos de tantos outros...
Usar e abusar duma criança, alguém que que te tão pequeno e inocente não se consegue apercer mtas das vezes do que se está a passar a com ela, é algo que não tem explicação, não tem perdão, e que a mim me deixa mto triste e perplexa, porque gostava mto de entender o que vai na cabeça desta gente, sem sentimentos e sem escrupulos...
Portanto compreendo o teu luto...
:-(

Bjs