sexta-feira, setembro 26, 2008

EM MATOSINHOS É UMA ALEGRIA

Não querendo exagerar mas tendo-se tornado uma espécie de hábito camarário, o trânsito de algumas ruas foi alterado. Desta vez a afectação foi aqui na área onde trabalho.
A Av. Serpa Pinto passa a ter um separador central (em alguns cruzamentos existem mesmo mecos) e o sentido das ruas paralelas foi alterado. Ou seja, agora se quisermos mudar de sentido nas duas ruas paralelas à praia, só temos que dar a volta a todo o quarteirão, que, diga-se de passagem, não é tão pequeno como isso.
Eu não quero ser má língua mas... já ouvi dizer que o dono da empresa que trata das sinalizações é da família do sr. Presidente da Câmara...
Adiante.
Aqui, a rua do escritório também está com o sentido inverso o que levaria a que o estacionamento também se fizesse do lado contrário (segundo o código da estrada, o estacionamento numa rua de um sentido apenas deve ser feito o mais à direita possível, certo?!) mas não, está do mesmo lado mas com os carros em sentido contrário.
Já me apeteceu estacionar o meu carro correctamente, o que levaria a que o trânsito ficasse cortado e depois gostava de ver quem é que a sra. agente, que está lá fora a vigiar, ía chatear. Se o único carro bem estacionado, se os outros todos mal estacionados. Mas melhor que isto tudo é alguém lhe ter ido colocar essa questão e ela ter metido os pés pelas mãos.
De lembrar que esta é uma zona por onde passam muitos camiões e carrinhas e onde se fazem muitas descargas. Daí que toda a população afectada está com um sorriso de orelha a orelha por alguém se ter lembrado, lá no seu gabinete, de reduzir as faixas de circulação de uma avenida tão larga.
Mas o melhor dos melhores disto tudo é andarem HOJE a distribuir os avisos das alterações. Primeiro faz-se, depois informa-se!

4 comentários:

Pedro Link disse...

Olá Lurdes!
Não tenho dúvidas sobre as dificuldades que apresentas em relação a obras camarárias, principalmente a das grandes cidades e subúrbios.

Infelizmente, quase sempre as autarquias mostram o seu desleixo em relação a idealidade pública, seja com análises pouco sérias ou com desculpas simplistas.

A tua critica vem ao encontro daquilo que sempre tenho defendido quando falo neste assunto…
A marca de qualidade da maioria das obras camarárias é na realidade...
“Primeiro faz-se, depois informa-se”!
Mas isso é um problema crónico que a maioria das câmaras tem, nomeadamente os seus presidentes, a quem lhes falta um sem número de regras essenciais como: A educação, a responsabilidade e a disciplina, para alem daquela que eu considero a mais importante…
ORGANIZAÇÃO!
Beijinhos e bom fim-de-semana.

laida disse...

bem ao estilo portugues,
primeiro fazem,depois informam.
beijo

Anónimo disse...

Olá, Miúda Gira,

Ah, agora temos de caminhar um pouquinho, não é? É complicado, mas não te esqueças de que tens de praticar para o Gerês. Agora também é complicado estacionar em 2ª fila o que é um grande aborrecimento!
Quanto ao estacionamento na "tua" rua creio que estarás um pouquinho enganada se a memória não me falha, pois do "teu" lado creio que é uma zona demarcada para estacionamento e, se assim for, considera-se no exterior da faixa de rodagem o que significa que não é abrangida pela regra geral que só funciona para a faixa de rodagem. Não compliques, Miúda.
beijinhos
Galileu, Galilei

Lurdes disse...

É isso mesmo Pedro, resumindo a coisa, há uma grande falta de organização!

E diz-se que o que é nacional é bom, Laida...

Não é o caminhar que me chateia Galileu, é toda esta anarquia!
E sim, acho que estás enganado. Na "minha" rua não há zona demarcada para estacionamento, o que existe mesmo é a faixa de rodagem. Mas até nisso já me tiraram o pio! Ontem chateei um sr. agente de tal forma que esta manhã já havia um sinal de proibido estacionar do lado direito da rua (e isso significa também que passa a não ser infracção estacionar do lado esquerdo?!?! Talvez ainda os possa chatear com esta...).
E tu, conhecendo-me como conheces, não podes achar que eu sou complicada, pois não?!?
Beijinhos