terça-feira, junho 05, 2007

FRUTOS VERMELHOS

Este fim-de-semana fui às cerejas!
E quando digo ír às cerejas, refiro-me a apanhar cerejas!
Sábado foi por isso dia de subir às árvores e comer umas quantas directamente dos ramos!
Este ano ainda não estavam todas como eu gosto (madurinhas), mas mesmo assim, super deliciosas!!

O ano passado:


Este ano:


Apanhar cerejas foi o meu primeiro trabalho de verão, remunerado.
A Cooperativa Agrícola de Alfândega da Fé tinha (e ainda deve ter), uma grande produção de cerejas. Aliás, as dos chocolates Mon Chérie costumavam ser das de lá! E então, mal chegavam as férias, lá íam umas poucas de moçoilas (entre as quais, moi-même) fazer companhia às mais velhas na apanha das vermelhinhas. A pior parte era mesmo levantar cedo... o trabalhinho começava às 6h da matina! Mas digo-vos que apesar do cansaço era até bem divertido!!
Ó reparem no meu jeitinho prá coisa:



A minha querida mãezinha é que ainda pensa que é uma rapariga nova e toca de subir também às árvores! Nunca mais ganha juízo!
Este ano disse-lhe que se tivesse o azar de caír, ainda lhe batia por cima! Então não é que o diacho da mulher subiu mesmo lá ao cimo!!!!



Já o meu pai, é mais de comandar as tropas!
Estaciona o seu carrimpano mesmo debaixo da árvore e toca a dar instruções lá para cima!! E porque esta até é uma função bastante cansativa, pelo sim pelo não, nem sai do carro...



Ups... abri-vos o apetite?!?!
Não era essa a intenção... mas já agora, vai uma cerejita?!

25 comentários:

Fá disse...

Tantas cerejas...fiquei com água na boca...mnham...mnham...

LEXIA disse...

Olha já cheguei...tou pronta para ajaudar a apanhar e comer.....

crejas adoro....hummmm

bora Lurdinhas anda.....

beijos a pensar nas cerejas

Carracinha linda! disse...

Isso é que foi trabalhar, hein?


Por acaso comi cerejas ao almoço. Também estavam muito boas!

Beijocas

cm disse...

..coloridas e gostosas..mas quentes???

um abraço pelo colorido

Cusca disse...

Também eu e o paparazzi de serviço, já fomos apanhar umas cerejinhas la do quintal ... é pena não estarem ainda au point!!!! Bjs

António Melenas disse...

Hum, que apetite de cerejas me fez despertar este teu belo relato!
Com que então uma bela noite de luar. Quem sabe se no próximo Santo antónio não fai também fazer luar?
Eu è que já não sei fazer versos daqueles
Beijo

Giorgia disse...

fantástico! :) Fiquei com água na boca, aqui em baixo ainda estão carissimas e já há quem encha a barriguita... :)

beijokitas

Dina C disse...

Humm!... Cerejas, que delícia, adoro!

Tu e a tua mãe são muito parecidas.

Um beijo

Flash disse...

Os meus frutos favoritos são uvas e cerejas.
Como os meus bonbons de eleição são Mon-Chérie talvez já tenha comido alguma colhida por ti.

O apelo do campo faz-se sentir nestes dias de sol.
Quem me dera ser agricultor e não ter que aturar as pessoas.

Bj e manda algumas vermelhinhas...

ROADRUNNER disse...

As saudades que eu tenho de apanhar cerejas. Cerejas e castanhas e figos e pêssegos e maçãs e avelãs e até melancias. Velhos tempos!
Agora por ver as cerejas, deixa-me ir ao frigorifico que ainda tenho por lá algumas...
Saudações!

Topo de Gama disse...

Apanha algumas sem caroço!!! Eu tb ja fui a uma dessas apanhas da cereja ha mts anos atras!!! é giro :D

Bjs!

Fernanda disse...

Texto delicioso!!!
Fotos de deixar doçura na boca!!!
Familia simpática!!!

Aqui na zona são "famosas" e já enchi bem a barriguinha.

Bjs doces

Lu@r disse...

Aceito com todo o gosto. Fizeste-me recordar as férias que eu passava na aldeia.

São momentos únicos.

Mas na próxima tem cuidado pois se caíres não estarei lá para ajudar.

Beijo bem doce

Mina disse...

Ena, ena! Mas que lindas cerejitas! Ainda por cima divertiste-te a apanhá-las... os dias bem passados são sensacionais ;-)
Bjs!

Maria Clarinda disse...

Estou até babando!!!!
adorei o post a maneira como o fizeste...e...é pecado quem me dera subir à ceregeira também e comer directamente da "fonte" tem outro sabor!...
jinhos mil

sofialisboa disse...

que vida tem esta minha amiga lurdes...ela é montanhas, ela é sardinhas, ela é cerejas, é só trabalho coitadinha e nós pobres a ver estas fotografias cheias de sorrisos e belas cerejas bjs sofialisbioa

Anónimo disse...

Olá, Miúda Gira
Estas são as cerejas que nos prometeste há anos atrás?
bjs
AS

ERute disse...

Eu também gosto imenso de cerejas... acho que era mais as que comia, do que aquelas que metia dentro do balde, eheh!

laida disse...

Olha o que me fizeste lembrar
quando eu andava na escola subi a uma cerejeira , caí e desloquei um braço, e por causa disso não fui ao passeio da escola, que era uma visita ao zoo da Maia.
Mas adoro cerejas.
beijos

Afgane disse...

Assim não vale! Um post destes devia de ser proibido! Eu que adoro cerejas estou aqui a morrer de inveja

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Ei... adoro cerejas....
E quem come uma... nunca se fica só por essa.... ai... lá vão umas atras das outras!

Beijocas lurdes...

=^.^=

eumesma disse...

Só tu para me fazeres sorrir e rir com este texto, cheio de graça, de doçura, tu e a tua familia...:-)

Sabes, eu não te disse que não aprecio mto cerejas, mas ao ver esta tua simplicidade que te caracteriza (subires á arvore e tal) quase que me fez passar a gostar das ditas...:-)))

Nestas fotos estás é mto diferente, tão rosadita na primeira e tão amarelita na segunda, nina, será que o ano passado teria te caído alguma cerejita em cima ds tola antes de te tirarem a foto, para estares tão rosadita?? eheheh

Beijinho grande.

Lurdes disse...

Olá Fá! O teu nome fez-me lembrar os gelados fá!!!!! O que eu gostava de fás! Os grandes custavam 7,50 escudos e os pequenos 2,50... as coisas que eu me lembro! Mas ouve lá, o teu nome não era outro?!?! Não comeste também tu destas cerejas?!?!

Lexia, quem trabalha tem todo o direito a comer! São as regras do jogo.

Por acaso, Carracinha, neste dia não foi o trabalho que me matou... a brincar nada custa!

Quentes não, CM! É preciso saber a hora de as ír apanhar!!! E o tempo até tem andado fresco lá por aquelas bandas...
Bem-vindo!!!

Porreiro, não é cusca?!?! Apanhar do ramito e comer! Sorte a vossa que têm esse quintal!!! Se eu pudesse, trazia uma árvore para a minha varanda!

Apetite de crejinhas, António?!?! Pois pudera! Depois de a minha pessoa vir para aqui com um post destes...
Aposto que neste Stº António, se se esforçar um cadinho, ainda saiem daí uns ricos versos!!!

Giorgia, vantagens de ter uma aldeia!!! E no norte!!!
E é verdade, eu apanho cada barrigada...

Somos, não somos, Dina?!?! Mas a minha irmã mais velha ainda é mais!

Flash, eu com a fruta não sou nada esquisita, gosto de toda! Então uvinhas, se forem brancas, colhidinhas da videira... hummmmm...
Pois, se calhar já trincaste umas cerejitas apanhadas por mim!!! Eu também adoro mon-chéries!!!!
Ainda vais a tempo de meter um projecto como jovem agricultor!! Não sei, digo eu!

Road, tu nem me fales em melancias... é que se eu apanho barrigadas de cerejas, de melancias nem se fala!!!! Adoro melancias!!!! Às vezes eu sózinha chego a comer uma inteirinha e daquelas bem grandes!!! Nessas alturas parece que vou rebentar!
Espero que essas do frigorífico tenham sabido tão bem como as que eu comi da cerejeira!

Topo, apanhá-las sem caroço não é fácil!!! Mas no que diz respeito a meter à boquinha, não me engasgo com os ditos!
E quem diria, heim?!?! O Topo num rancho de gente a apanhar cerejas...

Obrigada, Fernanda pelas palavras docinhas! Então aí também são famosas?!?! Há que aproveitar enquanto as há!!!

Lu@r, tenho sempre muito cuidado lá em cima!! Não me lembro de ter caído nenhuma vez...
Férias na aldeia... há já coisa melhor?!??! Fico contente por te ter relembrado velhos tempos!!!

Sensacional é uma boa forma de descrever os dias bem passados, Mina! E este, foi isso mesmo!

Maria Clarinda, também não exagere!!! Mas sim, comê-las directamente da cerejeira tem outro sabor!!! E outra piada!

Sofia, eu sou assim.. muito parecida com a Anita!!! Mil e uma aventuras!!!! E às vezes também trabalho e muito!

Não Alcino, esta é uma das árvores de que eu vos falei uma vez e que prontamente vocês se ofereceram para ír apanhar as ditas! No entanto, ainda não vos levei lá para trabalharem a sério!!!

Rute, as da barriga também contam! E hoje em dia, o que interessa é que se apanhem. Prá barriga ou pró balde, é indiferente! Até prós pássaros chegam!!!! E eles nem levam balde...

Ó Laida, e por causa da traquinice lá ficou o passeio por fazer... o que eu te fui lembrar! Mas chegaste a conhecer o zoo da Maia?!?
Eu felizmente, nunca caí de nenhuma, mas aventuro-me um bocado!!!

Afgane, vivemos num país livre!!! Devemos fazer inveja sempre que nos apetece! Vai uma cerejita?!?!? Ihihiihi...

É isso mesmo Tarina, ínpossível ficar só por uma... aliás, elas vêm quase sempre aos pares!

A moçoila que não gosta de fruta! Correcção, a moçoila que até gosta de morangos, não é Eumesma?!?
Agora que falas nisso, acho que devo mesmo visitar a minha médica... é que toda a gente me diz que ando muito pálida... ou issoou começar a apanhar um cadinho de sol!
E apanhar com uma vermelhita na tola, não é tarefa nada difícil minha menina!!!

Beijinhos para todos

Gioconda disse...

Eu sou mais o género do teu pai... e no carro e tudo que é para não levar com bicharocos, ehehehehe

Adoro cerejas, este ano tenho-me empaturrado delas mas são compradas no super, ehehehe

Lurdes disse...

Estou-te a ver, Gioconda...
Mas nestes sítios não há bicharocos! Só bichinhos!!!!

Beijinhos