terça-feira, maio 17, 2011

DÚVIDA EXISTENCIAL

Pau que nasce torto nunca se endireita, dizem.
E quando algo corre mal, há sempre a possibilidade de correr ainda pior, também dizem.
E agora pergunto eu: mas porque tive eu a sorte de me meter aqui?

3 comentários:

Anónimo disse...

Lurdes, realmente isto é um bocado como a selva...
Mas temos que pensar no lado positivo: os abraços e beijinhos mágicos da Sofia, e os pedidos de bolachas da Carolina...

Lurdes disse...

Sem dúvida que essa é uma das partes boas! :)))

xana disse...

Quê passa?!?
Outra vez reunião de condominio???