segunda-feira, janeiro 05, 2009

COISAS BOAS DA VIDA #2

Há pequeninas coisas na vida que podem ter um grande significado. E há pequenos grandes gestos que nos podem colocar um sorriso enorme na cara e/ou uma lágrima de felicidade no canto do olho. Há pessoas especiais que basta deixá-las entrar na nossa vida para sermos mais felizes. E, sobretudo as crianças, têm essa capacidade na minha.

Hoje recebi o presente de Natal dos meus sobrinhos emprestados Maria e António. Foi ela quem escolheu. Segundo ela (a Maria tem 9 anos), para a tia Lurdes tem que ser este, disse-me o pai. E foi este:


Só por si, o título deixou-me derretida. Bem como a capacidade da minha companheira de cinema ver para além do que muitos vêem.

4 comentários:

Eumesma disse...

Sabe, não me supreende esse tipo de atitude, emociona-me, mas não me supreendem, porque as crianças são realmente diamantes em bruto, ainda não lapidados, transformados, em seres grandes cheios de defeitos. São puras, verdadeiras, gostam de quem gostam e nunca fingem. E apenas retribuem os carinho que lhes dás constantemente. Mereces tu tudo o que de bom elas te dão, te fazem e merecem elas se terem cruzado ctg, poderem ter o previlégio de crescerem com alguém como tu ao seu lado...

Fosse eu crinça e adorava tb te ter tido ao meu lado...;-)

Bjs (muitas, e mesmo não sendo criança foste o melhor que a blogosfera me "ofertou" until now! :-)

Anónimo disse...

O título é ternurento. Agora pergunto porque é que ninguém cura o seu coração ou conquista?
A minha criança é que já é uma adolescente senão podia ser menina das alianças.
Feliz 2009 com muito amor, paz, carinho, trabalho e algum dinheiro para gastos.
Beijocas
Flor

Carracinha Linda! disse...

Feliz 2009 Lurdes!

Que tudo o que desejaste no post anterior seja realizado neste ano. E que o teu ano em particular seja muito, mas muito bom!!!! E cheio de pequenos grandes gestos que te façam sorrir!

Beijinhos

Lurdes disse...

Pronto Eumesma, corei!

Ora aí está uma boa pergunta, Flor!

E para ti, Carracinha, o mesmo, mas em dobro!

Beijinhos