segunda-feira, julho 28, 2008

CÚMULO

Um carro de uma escola de condução chamada "Defensiva" a circular em notório excesso de velocidade e cujo condutor, para além de passar um traço contínuo para ultrapassar outra viatura (a minha), ainda ía a falar ao telemóvel.

6 comentários:

Anónimo disse...

Acredite que não era o aluno mas sim o instructor, são os maus exemplos que já tenho reparado, normalmente começam pelas herarquias superiores.
Para esses o dinheiro não está caro, nem respeitam os outros. Nestes casos apetece mandá-los abaixo de Braga...
Lamento o sucedido.
Bjs.

laida disse...

Sao os maus exemplos que podiam ser evitados principalmente por quem ensina a conduzir,porque acredito que seria o instrutor!!
Mas como diz o meu pai,
Olha para o que eu digo
nao olhes para o que eu faco...
Espero que os alunos sejam mais responsaveis.

Beijos grandes
e ate breve
xxx

Carracinha Linda! disse...

Quem devia dar o exemplo é sempre o que mais regras infringe. Penso eu de que...

Beijocas aqui do sul aí para o norte!!!

Anónimo disse...

Olá Lurdes,
Não entendeste nada, é o nov programa das escolas de condução...exame vigiado por telemovel 3G....o excesso de velocidade era para apanhar rede!!!!! Instituido pelo Governo Sócrates...novas tecnologias.
Inté
Ice

DE-PROPOSITO disse...

É.
E depois campanhas, e depois formação dos condutores. Mas por lei, estipularem que os carros vendidos em PORTUGAL não excedem a velocidade de 120 km, isso não acontece. E se só atingissem 120 km já matavam muita gente.
Felicidades.

Lurdes disse...

Mas é que não tenho dúvidas, anónimo!

Espero o mesmo, Laida!

E pensas muito bem de que, Carracinha!

Ice, isso é que é boa disposição!!! Fartei-me de rir com a tua teoria!
Mas olha que se calhar até tens razão...

Portugal, De-propósito, Portugal...

Beijinhos a todos.