terça-feira, julho 03, 2007

FUI AOS VELHOTES

Embora não pareça que estamos no Verão (hoje o dia aqui em Matosinhos esteve uma bosta, pra não dizer outra coisa), as festas populares vão acontecendo um pouco por toda a parte. Ainda ontem fui à despedida de mais uma, a festa em honra do Sr. dos Aflitos.
Aflita estava era a Margarida tal a sua vontade de andar em todos os carróceis!!! E eu também andei! Aliás, naquele em que o Ricardo ía adormecendo, fruto dos embalos e rodopios da chávena, eu enjoei... é verdade, fiquei ourada com tanta voltinha! Por isso mesmo não comi nem farturas nem pipocas, apesar do esforço do Ricardo em me encher a boca com elas...
Vimos o fogo e assistimos à despedida feita pelas bandas filarmónicas de serviço e na volta, como já não havia fila, fomos aos velhotes! Ah pois é, vim acompanhada pra casa!!! E hoje pela manhã, dei-lhes umas trincas...

Nota explicativa: Os velhotes é um doce típico de Valadares com especial procura na altura da festa. É uma espécie de pão doce com sabor a canela e polvilhado com açúcar em pó.

-----------------------------------------------------------

Aproveito ainda para agradecer ao Pedro, que é de numa cidade muito bonita, o voto que ele atribuíu ao Auxiliar para o concurso das 7 maravilhas da blogoesfera. Obrigada!
Eh lá, já são dois!!!!

7 comentários:

Lu@r disse...

Delicioso... mhmm...
Trouxeste para a gente?

Beijo doce

António Melenas disse...

ò Luresde, o teu blogue o teu blogue é um autêntici centro social na blogosfera. Uma ternura.
___
Agora outro assunto:
Já viste o que escreveste no comentário que deixaste no meu blogue ? "C.....s de palha"? para que é que servem ?
Naõ te precupes. Com a minha pobre vista, gralhas dessas são a toda a hora.
beijinhos

Pedro Link disse...

Olá Lurdes

Obrigado pelas tuas palavras mas não é necessário tanto agradecimento.

A descoberta de um blog pode trazer uma compreensão mais profunda da pessoa.
Ao ler um blog somos também condicionados por tudo aquilo que não conhecemos de quem escreve, a leitura deixa de ser inteiramente imparcial.
Ao não conhecermos a pessoa, o facto de nos habituarmos a ler o blog, a troca de comentários, tudo isto nos vai dar uma sensação de proximidade com quem escreve. Por isso, isto irá influenciar a forma como comunicamos.
O que está no blog é sempre reflexo do seu autor, como tal permite sempre aprender um pouco mais sobre essa pessoa.
Eu gostei, por isso por cá vou passando.

Obs.A minha cidade é bonita, mas a minha vida profissional levou-me para outras bandas...
Agora resta a saudade.
Um Beijinho

carla m. disse...

Esse doce deve ser bom, e eu ao coinheço,como pode?
Adoro farturas, é uma perdição, é das coisas que mais gosto quando vou as festas. lol.
Beijos grandes

Carracinha linda! disse...

Ó faz favor!!!

É uma fartura e uns velhotes aqui para esta mesa! Gostava de provar esse doce. Será que se pode enviar por correio? :-)

Beijocas

laida disse...

No inicio fiquei a pensar:
Foram aos velhotes, o que serão os velhotes??Agora já sei...
Obrigada pela explicação, devem ser deliciosos. Um dia vou experimenta-los.
beijos


PS:VOU LEVAR HOJE O SELINHO,OBRIGADA.

Lurdes disse...

Não Lu@r, comi tudo sózinha... sorry!

Centro social da blogosfera, António?!? Um cantinho de encontros... ternurentos!
Corrigi imediatamente o erro! Mas onde é que anda a minha cabeça... ainda me fartei de rir, antes!

Pedro, volta sempre que te apetecer! E sim, já me tinha apercebido que não estavas a morar em Aveiro. Afinal, és um sortudo! És de uma terra lindíssima e agora andas a correr mundo!!!
Concordo contigo relativamente ao que dizes mas às vezes, até no mundo da blogosfera, há desilusões...

Tu não és nada gulosa, pois não Carla?!? Mas que os velhotes estavam muito bons!!!!!

Enviar acho que pode, Carracinha! Mas eu comi tudo...

A ideia era fazer mais um post confuso, Laida! Mas achei por bem explicar o que eram os velhotes, não fosse alguém pensar outras coisas... comer velhotes!!!
Já vi o selinho no teu canto. Fica lá muito bem!

Beijinhos pra todos!